Pedaços de mim

Pedaços de mim e do que me rodeia… Palavras soltas… Retalhos…

Amália Hoje 26/04/2009

Filed under: música — jo @ 18:01

Projecto de Nuno Gonçalves (The Gift) e Fernando Ribeiro (Moonspell)

 

 

Sónia Tavares (The Gift), Fernando Ribeiro (Moonspell) e Paulo Praça são as vozes de Amália Hoje, um disco idealizado por Nuno Gonçalves, dos The Gift, que revela novos arranjos para fados popularizados por Amália Rodrigues. O registo estará à venda em Abril.

 

25 de Abril 25/04/2009

Filed under: leitura,tempo — jo @ 19:35

 
Image Hosted by ImageShack.us

 

“Esta é a madrugada que eu esperava

O dia inteiro e limpo

Onde emergimos da noite e do silêncio

E livres habitamos a substância do tempo.“

 

Sophia de Mello Breyner Andresen

 

As pessoas sensíveis

Filed under: leitura — jo @ 19:31

Image Hosted by ImageShack.us

 
As pessoas sensíveis não são capazes
De matar galinhas
Porém são capazes
De comer galinhas

O dinheiro cheira a pobre e cheira
À roupa do seu corpo
Aquela roupa
Que depois da chuva secou sobre o corpo
Porque não tinham outra
O dinheiro cheira a pobre e cheira
A roupa
Que depois do suor não foi lavada
Porque não tinham outra

"Ganharás o pão com o suor do teu rosto"
Assim nos foi imposto
E não:
"Com o suor dos outros ganharás o pão."

Ó vendilhões do templo
Ó constructores
Das grandes estátuas balofas e pesadas
Ó cheios de devoção e de proveito

Perdoai-lhes Senhor
Porque eles sabem o que fazem.

Sophia de Mello Breyner Andresen
(Livro sexto)

 

descanso do guerreiro 23/04/2009

Filed under: escotismo — jo @ 21:07

 

Quando a lua já brilha bem no alto da colina.
E a última gota de suor escorrega na neblina.
Um dia mais se passou e nada dele restou.
Lembro agora os momentos, alegrias e tormentos.
Somos cavaleiros do sol, somos guerreiros da paz e agora é tempo de eu descansar.Para amanhã, de novo batalhar.

Adormeço ao lado da fogueira que arde.
As minhas feridas saram e acalmam mais tarde.
Somos cavaleiros do sol, somos guerreiros da paz e agora é tempo de eu descansar. Para amanhã, de novo batalhar.


Image Hosted by ImageShack.us

 

muito mais do que um lenço

Filed under: escotismo,tempo — jo @ 21:03

Prometi ser verdadeira, consciente, leal… sobretudo prometi viver o melhor possível. Para mim e para os outros…

Prometi viver neste mundo como em minha casa.

 

Tenho saudades das botas, das colinas, das jarreteiras… até um pouco do lenço (do que me recordo dele), mas sobretudo tenho saudades das descobertas, das aventuras, dos desafios partilhados e conquistados em conjunto. Das vezes em que o “conjunto” era realmente mais do que um conjunto de pessoas.

 

É o nosso dia, o de todos nós. Dos que saíram, dos que continuam, dos que irão ser. É o dia em que as botas e as mãos têm mais força que os lenços. O dia em que os caminhos ganham forma por serem vividos em conjunto.

 

Por isso escrevo com /o/. Porque o dia é do escoteiro, e escoteiro, para mim, é muito mais do que um lenço.

 

 

Sonhos são apenas sonhos, restos de sol e de luar. Deixem-me sonhar…

 

22/04/2009

Filed under: Uncategorized — jo @ 10:29

“Amanhã saberás…”

e de repente, a hipótese de faltaram 24 horas para saber, tiraram-me um peso dos ombros…

Mas depois lembrei-me…. “amanhã… ou depois, ou depois…”

 

me, myself and I 21/04/2009

Filed under: fotografia — jo @ 21:10

Image Hosted by ImageShack.us

tenho saudades